top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

A Ferrari terá atualizações na primeira corrida após as férias de verão

O chefe da equipe italiana falou sobre o assunto e a respeito das melhorias positivas que a atualização trará para o carro.


Por: Maria Eduarda Lima, Setorista.


Foto: Divulgação/Scuderia Ferrari

A Ferrari trará a atualização no motor perto do limite permitido pela F1, visto que no início do ano entrou em vigor o congelamento dos motores que se estenderá até 2025. No início do campeonato, a equipe teve resultados positivos em relação à peça. Entretanto, o time italiano teve alguns problemas de confiabilidade e até mesmo abandonos em momentos cruciais para o campeonato.


Contudo, embora a situação não produza grandes expectativas, Mattia está confiante na evolução da equipe.


“Sim, esperamos melhorias no sistema híbrido que podem nos ajudar durante todo o período de congelamento do motor. Estamos trabalhando duro, mas não será um ponto de virada.”

“É sempre melhor ter o melhor motor em termos de desempenho, mas também de confiabilidade. Não acho que forçamos muito, porque aumentar o desempenho nunca é suficiente, mas definitivamente priorizamos o desempenho sobre a confiabilidade. O que isso significa? Que provavelmente atingimos o prazo para homologação. Então você tem que lembrar, que referente à unidade de potência, havia uma restrição sobre o número de horas que você pode usar na bancada de testes, e essas restrições tiveram um impacto no nosso trabalho”, continuou o chefe italiano.

“Quando não havia limites, bastava aumentar o trabalho nas bancadas de teste, tanto em termos de desempenho quanto de confiabilidade, mas hoje, tendo restrições de horas, você é obrigado a fazer escolhas", encerrou Binotto.

コメント


bottom of page