top of page

Após 19 anos, Adrian Newey está de saída da Red Bull

O engenheiro e projetista alega querer novos desafios, e levanta um alerta na equipe campeã.


Por: Júlia Arruda, Setorista



Foto: Divulgação/NBC News


Os boatos corriam no Paddock e a notícia não demorou a chegar: Adrian Newey, engenheiro da Red Bull, está de saída. Após 19 anos de trabalho na equipe, o projetista britânico confirmou os rumores, com a justificativa de querer "buscar novos desafios".


"Por quase duas décadas, tive a grande honra de desempenhar um papel fundamental no progresso da RBR, que passou de novata a equipe vencedora de vários títulos. No entanto, sinto que agora é o momento oportuno para passar o bastão para outros e buscar novos desafios para mim." - declarou Newey.

Muitas especulações pressupõem que a saída veio por uma crise nos bastidores da Red Bull, iniciada pela acusação de assédio de Horner a uma funcionária da equipe. Outro fator que corroborou para a crise foram as críticas de Jos Verstappen, pai de Max, ao gestor britânico. O clima dentro da equipe não é dos melhores, o que é apontado como motivo da saída de Newey.


A BBC F1 chegou a noticiar na última semana que os advogados de Newey negociavam sua saída antecipada, para que ele pudesse assinar com outra equipe em 2025. Entre as opções listadas para o destino do engenheiro, a principal é a Ferrari - onde Lewis Hamilton estará na próxima temporada.


Ainda em 2024, Newey estará presente em algumas corridas da RBR, e só sairá definitivamente em 2025. Mesmo assim, o engenheiro estará apoiando o projeto de hypercarro do RB17. 


Nesse ínterim, os estágios finais de desenvolvimento do RB17 estão chegando, portanto, no restante do meu tempo com a equipe, meu foco estará lá. Foi um verdadeiro privilégio, e estou confiante de que a equipe de engenharia está bem preparada para o trabalho de evolução final do carro durante o período de quatro anos deste regulamento - afirmou o engenheiro.

Comments


bottom of page