top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

As decepcionantes noites da Alfa Romeo em Singapura

Um resumo de tudo o que ocorreu no último fim de semana de corrida da equipe italiana. A escuderia - que levou multa - sofreu um DNF injusto e perdeu a disputa por pontos importantíssimos.


Por: Isabelle Peixoto, Setorista.


Foto: Divulgação/Alfa Romeo Orlen

Após dois anos sem corrida no Circuito de Marina Bay devido à pandemia do coronavírus, a semana do GP de Singapura começou com chuva e bastante agito nos boxes da Alfa, visto que pela primeira vez contaram com a presença dos pais do piloto chinês Guanyu Zhou.


Mesmo sendo uma corrida noturna, a etapa é conhecida pelo forte calor - resultado do somatório das altas temperaturas e a umidade local. Ditos fatos fazem com que os pilotos se preparem e esforcem chegando quase no limite. Ao igual que vários dos seus colegas, Bottas fez questão de compartilhar o seu treinamento de resistência à Singapura na sauna.


A tão esperada sexta-feira de TL1 e TL2 tinha chego e, para a felicidade dos mecânicos da equipe, ambos carros tiveram bons desempenhos nas sessões. Porém, no fim das mesmas, a felicidade se tornou amarga e com um valor de 10 mil euros. A Alfa foi multada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) por não ter devolvido eletronicamente dois jogos de pneus secos após o fim do primeiro treino e antes do início do segundo.


Já no sábado à noite, foi a vez de realizar tanto o TL3 quanto a tão aguardada classificação. Infelizmente, pelas condições de pista e rendimento do carro, a Alfa Romeo teve uma performance decepcionante no quali, encerrando o mesmo com Zhou e Bottas largando em P15 e P16, respectivamente.


Por fim, o dia oficial de corrida bateu na porta e, com ele, uma forte tempestade em Singapura - a qual acabou provocando um atraso de uma hora para o início da largada, já que tanto os boxes quanto a pista encontravam-se alagados.


Às 21h (horário local) foi dada a largada. Contudo, na volta 7, quando Guanyu iniciou uma tentativa de ultrapassagem encima do piloto da Williams, Nicholas Latifi, acabou sendo espremido na parede e jogado para fora da pista pelo rival. Tal ação ocasionou não só danos no carro de Zhou, como também a saída do chinês da prova.


Enquanto isso, Valtteri Bottas continuou na batalha para entrar na zona de pontuação. Todavia, mesmo com vários casos de DNF, não conseguiu avançar o suficiente e cruzou a linha de chegada na 11° posição.


Após a corrida, em um comunicado de imprensa da equipe, o finlandês declarou:


“Considerando onde começamos hoje, provavelmente esse foi o máximo que pudemos, mas claro que é frustrante quando você termina a apenas uma posição de garantir os pontos. Mas estou ansioso para as atualizações que virão no próximo fim de semana.”

Já o chinês comentou:


“É decepcionante terminar uma corrida com uma batida dessas, não havia muito o que eu pudesse fazer. Apenas seguimos em frente a partir de hoje e mudamos nosso foco para Suzuka: é uma nova chance para nos sairmos bem e estou ansioso para correr nessa pista.”

Tanto a Alfa Romeo quanto os torcedores esperam que o cenário no Japão mude completamente, para assim obter resultados positivos que ajudem tanto nos Construtores quanto no Mundial de Pilotos.

bottom of page