top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Atualização sobre o acidente de Stroll deixa Drugovich mais perto de disputar o primeiro GP

Com a informação de que o piloto canadense quebrou os dois pulsos, o brasileiro é o nome mais cotado até o momento para substituí-lo.


Por: Stella Maris Rabelo, Setorista.


Foto: Reprodução/Zak Mauger

Após se acidentar enquanto treinava em uma bicicleta na Espanha, Lance Stroll ficou fora dos testes da pré-temporada da Fórmula 1. Sendo assim, na última quinta-feira (23), Mariana Becker - jornalista da TV Bandeirantes - confirmou as informações de que o piloto quebrou os dois pulsos, operou apenas um e sua

recuperação é incerta.


Levando isso em consideração, a Aston Martin precisou acionar o seu piloto reserva, Felipe Drugovich, para assumir o cockpit do AMR23 junto com Fernando Alonso nos testes. No primeiro dia, o brasileiro marcou 40 voltas após ser forçado a parar na pista nos minutos iniciais por problemas elétricos no carro, enquanto o seu companheiro de equipe completou o top 3 na classificação geral do dia 1 e 2.


Já neste sábado (25), dia que marcou o fim da pré-temporada, Drugovich testou de manhã e marcou o terceiro melhor tempo com 1min32s075 após 77 voltas utilizando pneus C5.


Com a aproximação do início da temporada e a incerteza relacionada à participação de Stroll na primeira corrida do ano, Mike Krack - chefe do time inglês - disse em uma entrevista recente que a aparição de Felipe nos testes foi para caso ele seja necessário no final de semana de corrida e que a decisão final ainda não foi tomada. Tudo dependerá do tempo de recuperação das lesões de Lance e, além disso, deve ser

ressaltado que o outro reserva da Aston Martin, o piloto belga Stoffel Vandoorne, esteve neste final de semana competindo pela Fórmula E no ePrix da Cidade do Cabo na África. Contudo, no próximo fim de semana, foi confirmada a sua presença no Bahrein.

Comments


bottom of page