top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Charles Leclerc anota mais uma pole em sua carreira

Na volta do GP de Singapura ao calendário da Fórmula 1, o monegasco cravou a primeira colocação para a corrida de amanhã.


Por: Maria Eduarda Lima, Setorista.


Foto: Divulgação/Scuderia Ferrari

No Q1, a pista estava um pouco úmida devido à chuva que se fez presente durante o TL3. Em todo a etapa foram usados os pneus intermediários - por causa das condições da pista. No decorrer da sessão, o traçado foi secando e os pilotos conseguiram melhorar as suas voltas.


No fim da primeira parte da classificação, os pilotos Valtteri Bottas, Daniel Ricciardo, Esteban Ocon, Alex Albon e Nicholas Latifi ficaram fora do Q2. Uma surpresa para muitos foi o fato de Ocon ficar eliminado da segunda etapa.


Já no Q2, os pilotos estavam sentindo a pista um pouco seca. Com isso Leclerc, pediu à equipe para que colocassem pneus slicks em seu carro, mas a escuderia preferiu que o monegasco ficasse com o jogo de pneus que estava. A dupla da Aston Martin arriscou e colocou pneus slicks, o que não deu muito certo. Vettel acabou tendo problemas na curva 7, assim como o seu companheiro teve dificuldades em controlar o carro com os compostos escolhidos.


A outra surpresa do dia foi a eliminação de George Russell no Q2 - que ficou apenas 0,006s atrás de Kevin Magnussen. Ficaram fora também: Lance Stroll, Mick Schumacher, Sebastian Vettel e Guanyu Zhou.


No Q3, a disputa pela pole position estava a todo vapor. Todos estavam de pneus macios e a cada momento a pole provisória mudava de dono.


De maneira surpreendente, Lewis Hamilton conseguiu fazer voltas rápidas e até mesmo se manteve na pole provisória por um tempo, mas acabou sendo superado por Pérez e Leclerc.


Carlos Sainz acabou não conseguindo melhorar a sua volta e ficou em P4, enquanto de forma espetacular o outro espanhol Fernando Alonso conseguiu uma quinta posição.


O atual campeão mundial, Max Verstappen, abortou a última volta - a equipe o avisou que ficariam sem combustível para a análise da FIA - e, com isso, o holandês largará em oitavo amanhã.


Em entrevista após conquistar a pole, Charles Leclerc comentou sobre a corrida de 2019 onde com a estratégia da Ferrari viu Vettel o derrotar e vencer:


“Obviamente, isso foi frustrante naquele dia, lembro-me muito, muito bem. Olhando para trás, provavelmente foi a escolha certa para a época, porque nos ajudou a fazer uma dobradinha que provavelmente não teria sido possível sem isso. Dito isso, se acontecer de novo amanhã, provavelmente ficarei tão frustrado quanto em 2019, porque estou aqui para vencer e a única coisa que quero fazer é vencer amanhã, então vou tentar o meu melhor e vamos ver o que faremos.”

O monegasco também acrescentou o fato de ser a sua segunda pole consecutiva em Singapura e a expectativa para a corrida:


“Foi muito, muito especial. Todas as sessões de qualificação em pistas de rua estão super no limite e ainda mais quando está úmido assim. Há algumas partes da pista que estão molhadas, então você perde a traseira, mas no geral consegui fazer uma volta bem limpa e funcionou bem. Estou muito feliz com o resultado de hoje, especialmente considerando a sexta-feira que tivemos. Tivemos uma quantidade muito limitada de voltas ontem por alguns problemas, mas nos recuperamos bem. Portanto, não temos muitos dados para a corrida, mas se fizermos a execução perfeita, tenho certeza de que podemos vencer.”













Comentários


bottom of page