top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Charles Leclerc conquista a primeira pole do Sprint Shootout

Em uma breve classificação que ocorreu antes da Sprint Race, a Ferrari e o monegasco ficaram com a pole position da primeira corrida rápida de 2023.


Por: Maria Eduarda Lima, Setorista.


Foto: Divulgação/Scuderia Ferrari

SQ1 - Ferrari dominante e Logan Sargeant no muro


Leclerc marcou o tempo de 1m43s372 e começou liderando a primeira sessão do Shootout. Durante a prova, algumas bandeiras amarelas foram acionadas, mas o grande problema surgiu quando Logan Sargeant bateu na curva 15 e causou uma bandeira vermelha.


Assim como na classificação que ocorreu na sexta-feira (28), muitos pilotos tiveram problemas na curva 3. Um claro exemplo foi Nyck de Vries, que inclusive bateu em dita curva no Qualifying citado. Com isso, o holandês foi eliminado no SQ1 - mais uma vez - e não conseguiu avançar para o SQ2.


Por outro lado, Pierre Gasly, que também não teve uma vida fácil no classificatório de ontem e acionou uma red flag, sofreu um vazamento no carro e nem mesmo completou a primeira fase. A Alfa Romeo viu seus dois pilotos ficarem fora no SQ1, com Guanyu Zhou não avançando por ter ficado 0,334s atrás de Nico Hülkenberg.


Eliminados: Guanyu Zhou (16º), Valtteri Bottas (17º), Yuki Tsunoda (18º), Pierre Gasly (19º) e Nyck de Vries (20º).


SQ2 - Max mostra seu poder e assume a liderança


A sessão durou 10 minutos e, tanto nesta quanto na primeira, os compostos médios eram obrigatórios. A Red Bull viu seu piloto bicampeão fazer um tempo de 1m42s417, mostrando que a equipe ainda estava na briga. O holandês foi seguido por Leclerc e Pérez.


Mesmo sofrendo desde o início do fim de semana com a abertura da asa móvel, as duas Aston Martin conseguiram fazer um bom treino. Contudo, acabaram ficando atrás das duas Mercedes.


Faltando quatro minutos para o fim, quatro pilotos estavam na zona de risco. Dos ameaçados, somente Lando Norris e Alex Albon conseguiram melhorar suas voltas, ficando em P10 e P9 respectivamente.


Eliminados: Oscar Piastri (11º), Nico Hülkenberg (12º), Esteban Ocon (13º), Kevin Magnussen (14º) e Logan Sargeant (15º)*.


*A posição do estadunidense era provisória, pois com o acidente sofrido no SQ1, os mecânicos não sabiam se iriam conseguir consertar o carro a tempo para a corrida.


SQ3 - Leclerc bate, mas fica com a pole


Nos últimos oito minutos do Shootout, onde os pneus macios novos eram obrigatórios, Lando não conseguiu participar por não ter o jogo de compostos necessário.


Se ontem a RBR não fez um treino para conseguir a pole, hoje não foi diferente. Mas, apesar disso, o time conseguiu um P2 com Sergio Pérez e P3 com Max Verstappen.


George Russell ficou com o P4 à frente de Carlos Sainz, o qual não conseguiu fazer uma boa volta devido a que o seu companheiro de equipe, Charles Leclerc, acabou batendo e prejudicando o seu tempo. Lewis Hamilton foi o sexto colocado, sendo seguido pela Williams de Alexander Albon. Já as Aston, que estavam sofrendo bastante com o DRS, ficaram em P8 e P9. Sem poder fazer seu tempo, Lando Norris foi o P10.


Dessa maneira, mesmo tendo um incidente e com Sergio Pérez tentando melhorar a sua volta, o monegasco da escuderia italiana se manteve na liderança e conquistou a pole do primeiro Sprint Shootout da Fórmula 1.


Amanhã (30), às 08h, as luzes irão se apagar para a disputa do Grande Prêmio do Azerbaijão. A transmissão da corrida você encontra no YouTube do Batom Na Pista e da Rádio Outra Dimensão.


Além disso, a cobertura completa e em tempo real também pode ser acompanhada em nosso Instagram.




コメント


bottom of page