top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Fórmula Vee

Antigamente chamada de Fórmula Vê, a categoria é uma competição júnior de automobilismo disputada com monopostos de baixo custo, além de ser a maior do mundo.


Por: Mel Ribeiro, Setorista.


Foto: Reprodução/Fórmula Vee Brasil

Dita categoria nasceu nos Estados Unidos, quando Hubert Brundage - dono de uma concessionária da Volkswagen - buscava uma maneira de fortalecer tanto sua marca quanto os produtos no país. Em 1962, foram fabricados alguns carros que participaram de corridas.


Já em 1963, a SSCA (Sports Car Club of America) reconheceu a Fórmula Vee e oficializou as corridas. No Brasil, a categoria - conhecida como Fórmula Vê - começou a ser divulgada no fim da década de 1960 e teve sua primeira temporada em 1967, tornando-se uma "porta de entrada" não só para o automobilismo, mas também para a Fórmula 1.


Dentre os pilotos que já passaram pelas pistas da Fórmula Vee, podemos citar grandes nomes como Emerson e Wilson Fittipaldi, José Carlos Pace e Nelson Piquet (na Super V, uma evolução da FVee), Niki Lauda e Keke Rosberg.


A categoria enfrentou algumas adversidades e teve que realizar a maioria das suas corridas no Rio de Janeiro, já que o Autódromo de Interlagos fechou para reformas que duraram até 1970. Sendo assim, a mesma ganhou o status de categoria regional, perdeu muito apoio - incluindo o da VW - e acabou sendo extinta.


Contudo, em 1974 surgiu a Fórmula Super-Vê, a qual contou com o apoio da Volkswagen e teve sucesso. Por esse motivo, a FVee voltou em 1975 como categoria de acesso até o ano de 1981, quando a marca mais uma vez se afastou e deu fim - novamente - à categoria.


Todavia, em 2011, após 30 anos "fora do mapa", a Fórmula Vee foi recriada por Joaquim Lopes Filho e Roberto Zullino com corridas realizadas no Campeonato Paulista de Automobilismo.


Atualmente a categoria é disputada em cerca de 20 países: Brasil, Estados Unidos, Canadá, México, Inglaterra, Irlanda, Alemanha, Áustria, França, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul, entre outros. Ademais, ela continua mantendo os carros de baixo custo e alta competitividade com peças originais.


Uma característica muito relevante da Fórmula Vee é o fato dela reunir pilotos de todas as idades. Há meninos que acabaram de sair do kart, mas também veteranos em busca de experiência e/ou realização de um sonho.


Duas categorias foram criadas: a FVee Júnior para jovens de 14 a 19 anos e a FVee Master para pilotos acima de 40 anos. As etapas principais são realizadas em Interlagos e Velocitta com a disputa do Campeonato Paulista e, a Copa ECPA F/Promo Racing, em Piracicaba, São Paulo.


Além disso também temos a FVee Open, criada em 2021 para iniciantes. Fora as provas oficiais, são realizados treinos livres - abertos a pilotos e iniciantes - que apenas precisam apresentar CNH para participar. Jovens a partir de 14 anos - com carteira de kart - também podem participar.


Se você ficou interessado/a na categoria, pode acessar as redes sociais da Fórmula Vee e tirar todas as suas dúvidas! E obs: Mulheres também podem participar na FVee! Temos o exemplo de Gabriella Morais - a qual fará sua estreia neste sábado (17) na Copa ECPA -, Suzane Carvalho, Megan Gilkes, Melissa Eschiavi e Celimary Meirelles.





Comments


bottom of page