top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Felipe Drugovich é campeão da Fórmula 2

Com cinco vitórias no campeonato e outros bons resultados, o brasileiro se consagrou campeão no último sábado (10) em Monza.


Por: Maria Eduarda Lima, Setorista.


Foto: Reprodução/Dutch Photo Agency

O último título brasileiro em categorias de base foi em 2000 com Bruno Junqueira na Fórmula 3000. Agora, 22 anos depois, o paranaense Felipe Drugovich tornou-se campeão.


Na corrida sprint realizada no sábado (10), o piloto acabou abandonando após ter sido tocado logo no início. Sendo assim, para ele ser campeão, Theo Pourchaire não podia chegar em quinto lugar. O francês até tentou fazer uma corrida de recuperação após largar em P14, porém não conseguiu. Faltando poucas voltas para o fim da corrida, Pourchaire acabou saindo da pista e caiu para décimo sexto, não conseguiu recuperar as posições e passou na linha de chegada em décimo sétimo. Isso dava a confirmação que os fãs estavam ansiosos para ouvir: “Pode comemorar Drugo, você é o campeão da Fórmula 2!”


Em entrevista dada à Mariana Becker - jornalista da Band - Felipe falou sobre a conquista e agradeceu aos fãs brasileiros pela torcida:


“Isso aqui é um sonho para mim, todo mundo que começa no Brasil tem um sonho com Fórmula 1. Mas você vê a dificuldade que é isso, você vê a dificuldade que é conquistar um título desse tipo, é absurdo. Então eu estou muito grato a todo mundo que me ajudou e obrigado Brasil pela torcida.”

“Eu tive uma largada segura, o pessoal não deixou espaço, uma pena por isso. Mas de qualquer forma é o primeiro acidente do ano, foi o que foi; e a gente tá feliz demais. Eu até estava nervoso, mas não adiantaria nada ficar muito nervoso, eu acho que a gente só tinha que aproveitar o momento. Eu iria aproveitar mais se tivesse na pista, mas de qualquer forma é bom demais conquistar isso", acrescentou Drugovich a respeito de ter assistido a corrida desde a central de controle.

Foi um ano espetacular para ele. Felipe vinha de um oitavo lugar no campeonato de 2021, queria mostrar que era bom o suficiente para brigar pelo título e com certeza vários brasileiros pararam para acompanhar esse feito.


O piloto tem a incrível marca de 8 vitórias, 5 poles e 15 pódios. O brasileiro é o primeiro a entrar para o grupo de elite dos campeões da Fórmula 2, por onde já passaram os atuais pilotos de Fórmula 1: Pierre Gasly, Charles Leclerc, George Russell, Mick Schumacher e o heptacampeão Lewis Hamilton, entre vários outros.


Não se sabe o futuro que Drugovich terá daqui para frente, mas há rumores de negociações para ser piloto titular, piloto reserva e piloto de teste nas equipes da F1. Os brasileiros estão felizes e esperançosos com uma possível vaga na maior categoria do automobilismo mundial.


Que ele tenha muito sucesso daqui para frente e que continue trazendo alegria para os brasileiros.










Comentarios


bottom of page