top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Fim das férias da Fórmula 1: Alex Albon coloca a Williams de volta aos pontos

Agosto chegou ao fim, e as férias da Fórmula 1 também. No último final de semana, tivemos a primeira corrida depois das férias de verão, o Grande Prêmio da Bélgica.


Por: Valentine Boutsiavaras, Setorista.


Foto: Divulgação/Williams Racing

Ano passado, esse GP foi marcado pelas fortes chuvas e pelo resultado inesperado da Williams, com George Russell conquistando o seu primeiro pódio na Fórmula 1. Um ano se passou, e agora, com Russell na Mercedes, Alex Albon o substitui como companheiro de equipe de Nicholas Latifi. Confira os resultados da escuderia no primeiro final de semana após o Summer Break.


A sexta-feira (26) começou com a notícia de que seis pilotos iriam largar do fundo do grid devido à troca de componentes. A chuva deu início na primeira sessão de treinos livres no circuito de Spa-Francorchamps e os pilotos foram para a pista com os pneus intermediários, mas quando constataram que a pista estava seca, todos trocaram para os pneus slick (de superfície lisa) para maior aderência. No final do treino, a chuva voltou a cair e Alex Albon terminou o TL1 em P6, com Nicholas Latifi em P11.


Foto: Reprodução/F1

A segunda sessão de treinos livres do dia começou sem chuva, e os pilotos saíram dos boxes com pneus slick novamente. Perto do fim da sessão, a chuva apertou causando algumas bandeiras amarelas, mas sem maiores intercorrências. O resultado da Williams foi de Albon em P11, e Latifi em P19.


Foto: Reprodução/F1

No sábado (27), a terceira e última sessão de treinos livres não teve a presença da chuva pela primeira vez no final de semana. Na análise de setores mais rápidos, Alex Albon liderou o primeiro setor com um tempo de 30.905, mas logo depois deu espaço para o seu companheiro de equipe, Nicholas Latifi, que cravou o primeiro setor com 30.888. Ao final do treino, Latifi terminou em P13, seguido de Albon em P14.


Foto: Reprodução/F1

Às 10h da manhã do domingo (28), as luzes se apagaram e a primeira corrida da segunda metade da temporada da Fórmula 1 começou. O dia estava ensolarado na Bélgica, nem sinal da chuva aparecer, diferentemente de 2021. Logo na segunda volta, Latifi - que se classificou em P17, mas se alinhou no grid em P11 devido às punições de outros pilotos que trocaram componentes - acabou saindo da pista e indo parar na brita durante uma briga por posição com Esteban Ocon, resultando em um retorno descuidado para o circuito que o fez atingir o finlandês Valtteri Bottas, que teve de abandonar a prova. Alex Albon, o qual foi para o Q3 pela primeira vez com a Williams se classificando em P9 e largando de P6, não teve uma boa primeira volta, perdendo duas posições que logo recuperou quando Lewis Hamilton abandonou a corrida depois de um incidente envolvendo Fernando Alonso e ao ultrapassar Daniel Ricciardo.


Albon teve um ótimo ritmo de corrida e fez de tudo para permanecer nos pontos, finalizando o Grande Prêmio em P10, com um ponto. Depois do seu começo agitado, Latifi não conseguiu se recuperar, terminando a corrida em P18, sem pontos. Assim, a Williams terminou a sua terceira corrida da temporada dentro da zona de pontuação (Melbourne - P10, Miami - P9 e Bélgica - P10) e todos os pontos foram conseguidos por Alex Albon, o piloto que voltou para a F1 em 2022 com a força de vontade e a habilidade para correr muitos anos mais.


Foto: Reprodução/F1




Comments


bottom of page