top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Frédéric Vasseur tem seu primeiro dia no comando da Ferrari

Após alguns dias de descanso, as atividades em Maranello retornaram sob a liderança do novo chefe da equipe.


Por: Maria Eduarda Lima, Setorista.


Foto: Divulgação/Scuderia Ferrari

Fred chega com a missão de tornar a Ferrari a equipe a ser batida nesta temporada. Vasseur assistiu de perto os acontecimentos em 2022 e sabe os pontos positivos e negativos, além de ser ciente do que deve ser feito para que a escuderia italiana esteja mais madura e preparada em 2023.


A construção do projeto 675 - nome dado ao projeto para este ano e não do carro -, encontra-se em uma fase avançada e tem expectativas boas. Já foram feitas algumas simulações em comparação com o F1-75, e os dados retirados relatam uma grande evolução na qualidade.


Segundo informações, o design visual do carro será parecido com o de 2022, mas a equipe quer tentar reduzir pelo menos 5 kg do peso total. Graças ao engenheiro do time, Enrico Gualtieri, todos estão otimistas para os testes no Bahrein e para a temporada em si. Alguns ajustes na questão aerodinâmica reduziram a resistência e com isso o carro não perderá uma velocidade considerável para a Red Bull.


Este ano, Vasseur estará focado em colocar as pessoas certas nos lugares certos. Isso inclui a área responsável pelas estratégias de corrida, a qual em 2022 cometeu erros que prejudicaram a escuderia tanto no Campeonato de Construtores quanto no Mundial de Pilotos.


O francês também deve fazer alguns testes de pit-stops após o time ter alguns momentos embaraçosos nos boxes no ano passado. Então, desde antes do início da temporada até a chegada dos testes no Bahrein, Frédéric realizará as mudanças que achar necessárias para que a Ferrari chegue no mesmo nível da Red Bull, podendo lutar frente a frente pelos campeonatos.

Comments


bottom of page