top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Mercedes admite a possibilidade de se inspirar na Red Bull a fim de eliminar o porpoising

Recentemente, a equipe alemã admitiu que pôde se inspirar no monoposto da RBR visando o novo

projeto para 2023 e pensando em eliminar o bouncing.


Por: Larissa Araujo, Setorista.


Foto: Divulgação/Mercedes AMG F1

Aspirando a excluir o porpoising das suas dificuldades, a Mercedes admitiu que pode chegar a se inspirar no RB18 para acabar com o problema, visto que as novas regras da Métrica de Oscilação Aerodinâmica (MOA) entrarão em vigor em 2023. A equipe já confessou que se a MOA entrasse em vigência ainda esse ano, eles ficariam fora de alguns Grandes Prêmios por exceder o limite previsto.


Para entender-se a preocupação do time é necessário compreender o porpoising, o qual aparece quando os carros estão em trechos de altas velocidades. Ele é responsável por acelerar o ar no piso e criar uma área de baixa pressão que “suga” o carro para baixo. Quanto mais rápida for uma única constelação, maior será a velocidade do ar que a atravessa, fazendo com que o bólido fique cada vez mais preso ao solo. Como resultado, a diferença de pressão superior e inferior é zero, o carro não é mais pressurizado

e sua altura aumenta repentinamente. Ao sair do chão, o efeito solo volta a funcionar: o carro se abaixa novamente e termina em um círculo vicioso. Os quiques gerado pelo "efeito golfinho" afetam o condicionamento físico dos pilotos ao final da corrida, gerando em casos mais graves fortes dores nas costas.


Os rumores ao respeito de que a Mercedes começaria a focar na próxima temporada já eram existentes, porém hoje isso se tornou público após uma declaração do diretor técnico da Mercedes, Mike Elliott, onde o mesmo disse que talvez poderia vir a se inspirar no assoalho do monoposto da Red Bull.


"Avaliamos alguns dos conceitos nessa direção. Não vou dizer para onde vamos, mas vamos olhar para ela. Acho que seria tolice não ter um nível de humildade e não pensar que você pode ter entendido errado.”

Comments


bottom of page