top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

No dia de mídia na Áustria, Charles falou sobre Binotto e especulações de clima ruim na equipe

Em entrevista realizada na última quinta-feira (7) para o site Motorsport, o monegasco falou a respeito da conversa com Binotto e sobre um possível clima pesado na equipe.


Por: Maria Eduarda Lima, Setorista.


Foto: Divulgação/Scuderia Ferrari

O piloto da Ferrari se pronunciou sobre a polêmica após o GP da Grã-Bretanha e comentou que a equipe italiana já fez algumas mudanças nos últimos dias, além de afirmar que não há clima ruim em Maranello. Após a poeira baixar, Charles foi questionado a respeito do acontecido em Silverstone e o que ele acha da situação:


"Nós analisamos a estratégia, obviamente, e há definitivamente coisas que poderíamos ter feito melhor. Porque, obviamente, éramos primeiro e segundo e terminamos primeiro e quarto. Então sabemos onde cometemos erros e espero que possamos crescer a partir disso."

As atitudes da Ferrari na Inglaterra foram muito questionadas e, consequentemente, Leclerc foi indagado se isso significava que a scuderia italiana começaria a priorizar pilotos.


"Isso eu não sei. E não é minha função falar sobre isso. Estou focando apenas em meu trabalho, tentando fazer o melhor na pista."

Recentemente, o piloto e Mattia Binotto - chefe da equipe - foram vistos jantando juntos em Monte Carlo. Sendo assim, o monegasco aproveitou para explicar o ocorrido:


"Obviamente houve muitas conversas sobre esses eventos. Em um primeiro momento, ele ficou bem bravo comigo após Silverstone porque me viu muito decepcionado, o que ele entendeu. Mas ele queria ter certeza de que eu estava ok, e que eu havia entendido que eu havia feito um ótimo trabalho considerando a situação que eu estava após o safety car."

Mesmo com explicações, os rádios dos pilotos da equipe seguem em alta na mídia e Mattia está sendo duramente criticado por mais um erro de estratégia. Levando isso em consideração, Charles tentou colocar panos frios na situação para minimizar as coisas ditas na semana passada.


"Há muita adrenalina a partir do momento que você entra no carro, e você sempre tenta controlar o máximo possível. Mas, obviamente, algumas vezes você fica desapontado e precisa falar. Nunca houve um pedido meu dizendo algo, mas você sempre tenta conter isso como piloto, porque eu sei que, tudo que eu digo pode ser colocado em proporções muito maiores e não é isso que eu quero em uma situação do tipo."

Para concluir, Leclerc referiu-se às especulações de que o clima na equipe está pesado.


"Isso não é verdade. E eu não gostaria de entrar muito sobre isso, não gostaria de lutar por esse tipo de coisa. Somos muito unidos. Há uma decepção após a última corrida por terminarmos em primeiro e quarto? Sim, há. Ficamos felizes pela primeira vitória de Carlos? Sim, honestamente. Mas, obviamente, antes do safety car, éramos primeiro e segundo, então há um pouco de decepção sim. Mas isso não criou nenhum tipo de divisão dentro da equipe. Isso com certeza."

Comentários


bottom of page