top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Quase dois meses após Melbourne, Alonso continua com dores provocadas pelo acidente na classificação

Na classificação em Melbourne, no GP da Austrália, o piloto espanhol acabou batendo fortemente no muro por causa de uma falha hidráulica e comentou que ainda sente as dores do incidente.


Foto: Reprodução/Formula 1 News

Embora o tempo tenha passado desde o GP da Austrália, as consequências do acidente no quali não abandonam Fernando Alonso. O piloto da Alpine revelou recentemente que não está 100% recuperado e que sente dores ocasionadas pela colisão nos braços, porém, foi direto ao dizer que não cederia a sua vaga para Piastri para recuperar-se comentando que "precisam dos pontos".


"Toda minha cartilagem dói, ossos, ligamentos, tendões, tudo. Eu levaria dois ou três meses para me recuperar totalmente, mas a lesão não depende de cirurgia, só descansar resolveria. Mas infelizmente tenho que pilotar a cada duas semanas, então tento me recuperar entre as corridas, mas vai levar mais alguns meses."

A Alpine é a sexta colocada no Mundial de Construtores com 40 pontos até o momento.

Comments


bottom of page