top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Red Bull conquista Mundial de Construtores e põem fim na hegemonia da Mercedes

A equipe austríaca quebrou o jejum de nove anos sem o título em um ano de dominância sobre os seus adversários.


Por: Alini Chaves, Setorista.


Foto: Reprodução/Red Bull Content Pool

Após um longo período de domínio da Mercedes na era híbrida, a Red Bull Racing conquistou o Campeonato de Construtores de 2022 quebrando a hegemonia da equipe britânica. O triunfo veio de forma antecipada, faltando três corridas para o fim do campeonato, assim como o bicampeonato mundial de Max Verstappen conquistado no GP do Japão, com quatro corridas de antecipação.


A atual temporada foi marcada pela superioridade da Red Bull durante a maior parte do duelo, sendo 15 das 19 etapas disputadas até o momento vencidas por um dos pilotos da equipe e pelo menos um dos dois pilotos presentes no pódio em 18 oportunidades.


Com a vitória de Max Verstappen e o quarto lugar de Sergio Pérez em Austin no último domingo (23), a equipe de Milton Keynes não pode ser mais alcançada matematicamente pela vice colocada do campeonato, Ferrari, assim sendo declarada como a campeã do Campeonato Mundial de Construtores de 2022.


A RBR já conquistou o título em outras quatro oportunidades: 2010, 2011, 2012 e 2013. Em todos os seus cinco títulos de Construtores, a equipe austríaca também levou o Campeonato de Pilotos, quatro dessas vezes com Sebastian Vettel e a atual com Max Verstappen.


No entanto, esta última conquista teve um grande valor simbólico e foi dedicada pela equipe ao seu fundador, Dietrich Mateschitz, que faleceu aos 78 anos, na última semana. Ao dedicar o título, o chefe da RBR, Christian Horner falou sobre Mateschitz.


"Acho que isso significa tudo para nós. Isso tem sido uma jornada e Dietrich era um homem muito reservado, mas ele era apaixonado pela vida. Ele era apaixonado por esportes e especialmente apaixonado pela Fórmula 1. Ele tinha um sonho que era ter uma equipe de F1 e no fim teve. Ele deu a todos nós uma oportunidade. Ele acreditou em nós, nos apoiou e isso é para ele (o título mundial)", disse Horner.

"Somos tremendamente gratos por tudo o que pessoalmente ele fez por nós e também como equipe. Vamos comemorar esta noite", completou.

Horner também falou sobre como sua equipe manteve a esperança e da importância do título que não era ganho pelo time austríaco a nove anos.


"O Mundial de Construtores tem sido um grande problema há 8 anos e estivemos fora da briga de alguns deles. Mas nós nunca perdemos a esperança, nunca deixamos de lutar e acreditar em nós mesmos. Poder voltar a ser campeão e fazer isso, é um testemunho para todos os homens e mulheres da equipe", comemorou Horner.

O feito coloca a equipe como a sexta maior vencedora de títulos do Mundial de Construtores e depois da quebra do jejum de nove anos, a Red Bull já é apontada como a favorita para 2023.












Comments


bottom of page