top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Review sobre os setores de Interlagos em 2023

O final de semana do Grande Prêmio do Brasil de 2022 acabou recentemente, mas já teremos o primeiro lote das vendas gerais para o GP do Brasil de 2023 aberto nesta quarta-feira (16).


Por: Redação.


Foto: Reprodução/F1 São Paulo

Com a abertura das vendas para 2023, a dúvida de todos os anos surge novamente: qual é o melhor setor?


Nós podemos afirmar com toda certeza que "o melhor setor" é muito relativo, tudo dependerá das suas prioridades e o tipo de experiência que você gostaria de ter.


Para te ajudar a entender melhor e decidir, nós pedimos a ajuda de pessoas que foram nos setores G, A, M, R, H, D e B este ano.


Setor G


Um dos setores mais animados de todos (se não for o mais). O setor G fica localizado na reta oposta, mas possui uma vista incrível do circuito e conta com telões e alto-falantes que funcionaram relativamente bem. O G também possui as torcidas organizadas e a qualquer momento a galera pode subir um bandeirão. Se você gosta de animação e muita zoeira, esse setor é para você!


Mas se você não gosta ou não pode ficar muito tempo exposto ao sol, é melhor evitar esta arquibancada, o sol lá castiga e há relatos até de pessoas com insolação.


Neste setor é possível invadir a pista, mas tenha em mente que vai dar um trabalho. A distância do pódio é grande e será necessário pular grades e barrancos para conseguir chegar ao traçado.


Também precisamos pontuar que esse setor tem a infeliz marca de ser uma arquibancada com muito assédio. Conversamos com algumas meninas que foram esse ano e a maioria delas relatou que foi muito melhor nessa questão e que a grande maioria não precisou passar por nenhuma situação desconfortável, porém ainda temos relatos de que mulheres passaram por algumas situações desagradáveis.


Foto: Giselly Horta

Foto: Giselly Horta

Setor A


Com fama de queridinho da galera, o setor A conta também com uma visão incrível do circuito. Lá é possível ver a entrada dos boxes, a descida do lago, o pinheirinho, bico de pato, e mergulho, ou seja, quase todo Interlagos.


O setor também proporciona a possibilidade de ver o final da formação do grid, onde vemos toda a ação e trabalhos das equipes e pilotos antes da corrida - e também a largada. A Drivers Parade também é uma experiência incrível do setor A, já que os pilotos passam bem pertinho.


Na grande maioria dos relatos, o clima amigável foi o destaque. Lá as pessoas são animadas e é possível fazer muitas amizades.


Na arquibancada A está localizado o incrível busto do Senna, que foi uma atração super especial durante o fim de semana. Este ano também tivemos simuladores e Pit Stop Challenge para divertir a galera durante os momentos sem ação na pista.


Sobre a alimentação e banheiros, não houve grandes problemas. As filas são inevitáveis por conta da quantidade de pessoas, mas só ficavam maiores durante horários de almoço e na hora de ir embora.


Assim como no setor G, o setor A tampouco possui cobertura. Existem algumas árvores que fazem sombras, mas esses lugares são os mais disputados, então se você pretende pegar um deles, chegue bem cedo!


Outra questão sobre o setor A é que nem todos os locais possuem vista para os telões, então se você gosta de ver a corrida por eles, vai precisar escolher bem o seu lugar.


Para invadir a pista, o A acaba sendo o melhor setor, mas não pense que será fácil, pois são muitas pessoas tentando entrar na pista ao mesmo tempo e há muito empurra-empurra.


Foto: Alini Chaves

Foto: Alini Chaves

Setor M


Com uma visão privilegiada para os os boxes (exceto dos dois primeiros colocados do campeonato), o setor M proporciona a visão das ultrapassagens antes do S do Senna e os pit-stops de praticamente todas as equipes. A arquibancada conta com dois telões para ver a corrida e uma das maiores vantagens é que ele é coberto, mas atenção, as cadeiras mais baixas pegam o sol e não tem assento marcado.


Diferentemente dos setores citados anteriormente, o setor M não tem uma grande visão da pista, então é bom levar em consideração que você assistirá um boa parte pelo telão. Dependendo de onde você ficar, também não conseguirá ver muito bem a largada e o pódio. Como nos outros setores, as filas para comer, beber e ir ao banheiro também ficam bem grandes próximo do horário do almoço e na hora de ir embora.


Este ano foi possível invadir a pista, mas é necessário saltar uma cerca enorme e o risco de se machucar é grande. E de acordo com uma das pessoas que conversamos, não havia posto médico, se houvesse um acidente mais grave durante a invasão, seria complicado.


Foto: Sílvia Granda

Foto: Sílvia Granda

Setor B


O setor B é a arquibancada que fica em frente ao pódio e possui uma visão do início da reta dos boxes antes da abertura do DRS, tem visão para os 4 primeiros boxes também e o final da reta.


Com assentos marcados, facilita muito na hora de ir comer alguma coisa ou ir ao banheiro e ter o seu lugar disponível. Além de ser um setor coberto.


Além do lugar marcado, a arquibancada conta com comida e bebida inclusos. Para a comida eles seguiam um horário e cardápio disponível nas mesas com café da manhã, snacks, almoço e sobremesa. As bebidas servidas eram Coca-Cola, Fanta Guaraná, água com e sem gás, Suco Del Valle de vários sabores e Cerveja Heineken. Lembrando que a cerveja só ficava disponível depois das 11h, antes disso eram só as não alcoólicas.


O setor proporciona a visão dos pilotos bem perto antes das corridas, com eles subindo para os carros no "Drivers Parade", a visão de frente ao pódio e das entrevistas.


As filas para retirar comidas e bebidas também se fizeram presentes no setor B. Além disso, o setor não contou com nenhum tipo de "atrações", como por exemplo simuladores e ações de patrocinadores para o público do setor.


Foto: Fabiano Cavalli

Foto: Fabiano Cavalli

Setor H


O setor H fica no final do S do Senna (onde acontecem muitas das ações) e pega uma boa parte da reta oposta (dependendo de onde você ficar).


Por ser um setor "menor", a fila para entrar era mais tranquila. Já como todos os outros setores, as filas para banheiro e alimentação também eram grandes em horários específicos.


Por conta da estrutura das arquibancadas, haviam pilastras que ficavam bem na visão impedindo de ter uma vista "limpa" dos carros, então se você pretende tirar fotos, lembre-se de levar isso em consideração.


Outro ponto é que o telão era um pouco longe e os alto falantes estavam muito baixos.


Em relação à invasão de pista, é possível, mas tem a mesma questão dos outros setores, são muitas pessoas querendo invadir e uma longa caminhada para chegar ao pódio.


Foto: Giuliana Pagotti

Foto: Giuliana Pagotti

Setor R


O setor R fica localizado entre o setor G e o setor H, proporcionando a visão do S do Senna, Curva do Sol e a Reta Oposta (dependendo de onde você sentar), um pouco da Junção e da Reta dos Boxes, além de contar com telões para assistir a corrida.


A arquibancada é coberta e não tem lugar marcado, mas como contém cadeiras, acaba proporcionando mais conforto.


Por sua localização, o setor não conta com a visão do pódio e a visão do alinhamento do grid.


Sobre a invasão de pista, também é possível no setor R, mas como nos outros setores, pode ser um pouco complicado por conta da quantidade de pessoas.


Foto: Rute Willemann

Foto: Rute Willemann

Setor D


Localizado no início do S do Senna, o setor D proporciona uma visão das disputas no final da reta de largada, do S do Senna e a subida da Curva do Sol.


O setor possui área coberta, alimentação e bebidas inclusas. Os lugares do setor seriam tecnicamente marcados, mas isso não foi respeitado esse ano, então leve em consideração essa informação.


O setor contou com poucos banheiros e faltou água, além das grandes filas para alimentação e bebidas.


A arquibancada também teve telão e alto-falantes, mas o som estava bem baixo. Também tivemos relatos de que não houve situações sobre falta de respeito com mulheres!


Foto: Sílvia Cristina

Foto: Sílvia Cristina

Vale lembrar que todas as situações e informações podem variar de acordo com a experiência de cada pessoa. Para fazer esta matéria, nós tentamos entrevistar o máximo de pessoas possíveis para reunir os depoimentos.
































Comments


bottom of page