top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Sprint Race pode se tornar corrida independente na próxima temporada

Levando em consideração as críticas dos pilotos e das equipes, a Fórmula 1 planeja rever o modelo da sprint.


Por: Mel Ribeiro, Setorista.


Foto: Reprodução/F1

Neste fim de semana, no GP do Brasil, será disputada a terceira e última corrida rápida do ano. Estando presente em algumas etapas desde 2021, a Sprint Race tem gerado várias controvérsias desde a sua primeira aparição e provocado uma divergência de opiniões a respeito da mesma.


Com os pilotos e equipes criticando o funcionamento da corrida - a qual é disputada no sábado e define o grid de domingo -, a maior categoria do automobilismo mundial planeja avaliar a possibilidade dela tornar-se uma prova independente.


Na coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (10) em Interlagos, alguns pilotos como Max Verstappen e Kevin Magnussen se pronunciaram sobre o assunto e deixaram claro que não são "grandes fãs" da sprint.


"Honestamente, não sou um grande fã porque sinto que não corremos de verdade. Sim, há alguns pontos, mas você não arrisca mesmo, porque a corrida real é onde estão os pontos. Você não faz um pit-stop, coloca um pneu para durar toda a prova. Com esses carros, as corridas provavelmente são um pouco melhores. Mas, no geral, você não vê muitas ultrapassagens a não ser que tenha um carro fora de posição. Então não são muito divertidas para mim", disse o atual campeão mundial.

"Max tem um bom ponto, de que você arrisca menos na sprint porque vale a posição de largada do domingo. Então seria uma boa mudança separar os dois, porque aí você pode ir com tudo", acrescentou o piloto da Haas.

A Sprint Race será realizada no sábado (12), às 16h30.

Comments


bottom of page