top of page
  • Foto do escritorBatom Na Pista

Verstappen vence em Austin e iguala recorde de Vettel e Schumacher

Após se recuperar de um erro em seu pit stop, Verstappen venceu o GP dos Estados Unidos e equiparou recorde de Sebastian Vettel e Michael Schumacher.


Por: Alini Chaves, Setorista.


Foto: Reprodução/Red Bull Content Pool

Max Verstappen venceu o Grande Prêmio dos Estados Unidos no último domingo (23). O holandês se recuperou de um erro em seu pit stop, superou Leclerc e Hamilton e atingiu a marca de 33 vitórias em sua carreira.


O piloto, que foi superado na qualificação pelos tempos de Carlos Sainz - o pole position do GP em Austin - e Charles Leclerc, o segundo mais rápido, não deu chances aos adversários na corrida de domingo.


Tendo herdado a segunda posição do monegasco, que fez trocas em componentes do seu motor e foi punido com 10 posições no grid, Verstappen fez uma ótima largada ultrapassando Sainz. Em uma tentativa de recuperar a sua posição, o piloto ferrarista foi tocado por George Russell, rodou e precisou abandonar a corrida.


Como o cenário comum que tivemos durante a temporada, Max parecia ter a corrida sob controle, mas, faltando 21 voltas para o fim, o atual bicampeão foi chamado aos boxes. Durante o pit stop, uma das pistolas da Red Bull falhou e fez com que o piloto da equipe taurina perdesse mais tempo do que o esperado em sua parada.


Ao retornar, Verstappen estava na terceira posição e precisava superar Charles Leclerc, que era o segundo colocado, e Lewis Hamilton, que liderava a corrida. Com toda a potência do RB18 o holandês superou ambos rivais, mas não antes de dar aos espectadores um breve gostinho da disputa que tivemos entre ele e Hamilton em 2021.


A vitória de Max somada ao quarto lugar do seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, deu à Red Bull o título do Campeonato de Construtores de 2022 de forma antecipada, já que a equipe não pode mais ser alcançada matematicamente pela vice colocada, Ferrari.


Após a vitória, Verstappen falou sobre a sua corrida e dedicou os triunfos do final de semana ao fundador da Red Bull, que faleceu na última semana, Dietrich Mateschitz.


“Foi difícil. Estava tudo indo certo, mas o pit-stop foi muito pior do que imaginávamos, tive de lutar para voltar para o topo. Dei tudo o que tinha hoje, foi um fim de semana difícil para nós, então dedico a Dietrich pelo que ele fez a todos. A única coisa que poderíamos ter feito hoje era vencer. Mesmo depois das coisas não ficarem boas após o pit-stop, fui ao limite para dar a volta por cima”, disse o holandês.

“Tínhamos uma grande chance de levar o título de Construtores aqui, e fizemos com estilo. Acho que foi o que fizemos hoje”, seguiu Max.

“Definitivamente significa muito para mim e para o time. Ele (Dietrich Mateschitz) foi tão importante, um grande instrumento ao time. Hoje, damos continuidade, mas merecíamos muito um grande resultado hoje, e isso é incrível”, concluiu.

Com a conquista da sua 13º vitória no campeonato, Verstappen igualou o recorde do tetracampeão Sebastian Vettel e do heptacampeão Michael Schumacher. Faltando três corridas para o final do campeonato de 2022, o piloto da equipe austríaca pode se tornar o líder isolado desta estatística com o maior número de vitórias em uma temporada.


O próximo compromisso da F1 acontece no México, nos dias 29, 30 e 31 de outubro.














Commentaires


bottom of page